Autismo x Metais pesados

 

Diversas pesquisas têm correlacionado o autismo com níveis elevados de diversos metais pesados, como o chumbo, tálio, alumínio e estanho, bem como o mercúrio e cádmio, quando comparados a pacientes saudáveis.⁠

 

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Arizona avaliou amostras de sangue e urina de crianças com autismo e comparou com crianças saudáveis da mesma idade e sexo.  

 

Os pesquisadores descobriram que as crianças com autismo tinham níveis de chumbo no sangue 41% maiores e níveis de chumbo urinário 74% mais altos em comparação com crianças saudáveis. Além disso, o grupo de autismo teve níveis de tálio 77% mais altos que os do grupo saudável.⁠⁠

 

Outros estudos evidenciam que o mercúrio tem relação com o autismo devido ao estresse oxidativo e a inflamação, que levam a danos cerebrais e perda de conexões entre neurônios.⁠⁠

 

Os compostos frequências se propõem a neutralizar a ação dos metais pesados, ajudando assim, o corpo a restabelecer o equilíbrio e auxiliar na sua eliminação.⁠⁠

 

Solicite mais informações sobre os produtos Quantic Life: Whatsapp (51) 992.35.2872, ou acesse nossa loja www.lojaquanticlife.com.br #quanticlifebrasil #terapiaquantica

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Artigos Recentes

July 18, 2019

March 28, 2019

Please reload

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h.

© 2020 Quantic Life Comercio e Manipulação de Essências Vibracionais  Ltda | Fotos dos produtos: Marisa Grahl Saucedo | Todos os direitos reservados.